40 anos do desaparecimento e morte de Adam Walsh

Foi em meados da década de 1960 que os olhares dos adolescentes John e Reve se cruzaram pela primeira vez. Ele era um bonito rapaz aspirante a atleta e...

Foi em meados da década de 1960 que os olhares dos adolescentes John e Reve se cruzaram pela primeira vez. Ele era um bonito rapaz aspirante a atleta e que almejava entrar na Universidade de Buffalo. Já Reve, uma atraente e tímida jovem do ensino médio da pequena Williamsville. Foi amor à primeira vista e a paixão levou John a se mudar para a Flórida. Ele queria mudar de vida e pedir Reve em casamento, então fez o seu caminho.

Em Hollywood, Flórida, ele conseguiu um emprego como guarda no elegante quatro estrelas Diplomat Hotel. Brilhante e focado, subiu na hierarquia de trabalho rapidamente, principalmente após salvar a vida do filho do Vice Presidente do hotel, que ficou preso debaixo d’água. Poucos anos depois, já casado, John abriu sua própria empresa de marketing voltada para hotéis.

Em 1974, John e Reve tiveram o melhor presente de suas vidas: o nascimento do primeiro filho, Adam. Adam Walsh recebeu o nome do avô, um herói da Segunda Guerra Mundial que morreu seis meses antes de câncer. Adam cresceu adorando jogar beisebol e videogames, e tudo ia bem para a família até um despretensioso passeio num shopping.

Dez anos após salvar o filho de alguém, John viveria a situação inversa. Ninguém pôde salvar o seu.

O DESAPARECIMENTO


“Você fique aqui e me espere aqui,” disse Reve ao pequeno Adam. O garoto estava animado com os brinquedos e videogames da Sears, uma loja de departamento no shopping Hollywood Mall. Como tinha que comprar uma lâmpada alguns corredores adiante, Reve deixou Adam se divertindo com outros garotos e partiu para fazer a compra. Ela nunca mais veria o seu filho.

O sumiço de Adam tomou de assalto os Estados Unidos e 15 dias depois John e Reve apareceram em rede nacional oferecendo uma recompensa de 100 mil dólares por qualquer informação sobre o paradeiro de Adam. O que eles não sabiam era que no dia anterior dois pescadores encontraram uma cabeça boiando num canal. Era a cabeça do filho deles.

Quarenta anos depois, essa foi a única parte do corpo que os pais de Adam puderam enterrar.

Em 27 de julho de 2021 fez 40 anos que Adam Walsh, de 6 anos, desapareceu de uma loja de brinquedos em Hollywood, Flórida.

O fato de somente a cabeça ter sido encontrada indica que Adam foi morto em outro local e sua cabeça jogada no canal. Uma busca massiva na região não encontrou roupas, sangue ou qualquer outro tipo de evidência, o que corrobora essa conclusão. O assassino parou o seu carro no acostamento da estrada, caminhou pela terra (já que o canal é inacessível pela rodovia), e jogou a cabeça. Dado que nenhuma outra parte do corpo jamais foi encontrada, conclui-se que o assassino teve êxito em esconder/descartar. Ele teve sorte ou realmente foi inteligente no descarte do restante do corpo?

Um filme sobre o caso, Adam, foi transmitido na televisão em 1983 obtendo recorde de audiência. John Walsh abandonou sua carreira e se tornou ativista dos direitos de vítimas de crimes. Junto com a sua mulher René, ajudou a criar leis no congresso americano e sete anos depois do desaparecimento do filho se tornou uma das maiores celebridades da televisão ao criar e apresentar o programa “America’s Most Wanted”, se tornando um investigador criminal na caça de assassinos. O programa contribuiu para a captura de mais de mil fugitivos e foi inspiração para o programa “Linha Direta” da Rede Globo.

Durante décadas o caso Adam Walsh ficou sem solução. Assassinos em série como Ottis Toole e Jeffrey Dahmer foram apontados como suspeitos. Em 2008, a polícia de Hollywood fechou o caso e apontou Ottis Toole como o autor do crime. Tal conclusão é muito polêmica já que não existe absolutamente nenhuma prova ligando Toole ao crime. Com retardo mental, Toole confessou centenas de assassinatos juntamente com seu parceiro Henry Lee Lucas, incluindo a morte de Walsh. A maioria das confissões de ambos, entretanto, eram falsas. Tudo o que Toole contou aos policiais estava nos jornais e posteriormente ele voltou atrás. O perfil de vítimas de Toole, também, não envolvia crianças (assim como Dahmer). John Walsh, entretanto, ficou satisfeito com o fechamento do caso.

Podcasts OAV


Escute os podcasts do Aprendiz Verde em nosso site de podcasts ou no agregador de sua preferência.

Apoie o OAV


Apoie o nosso trabalho. O OAV Crime precisa do seu apoio para continuar a crescer, disponibilizando textos e podcasts de qualidade, assim como o desenvolvimento de outros projetos. Acesse a página abaixo e saiba como apoiar.

Por:


Daniel Cruz
Texto

Assine o nosso projeto no Catarse

"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
Apoie

RELACIONADOS

Receba nosso conteúdo por e-mail!

Digite o seu endereço de e-mail:

OAV TV

OAV TV

Queremos você!

Queremos Você!

OAV Crime no WhatsApp!

OAV no Whatsapp

OAV Crime no Telegram!

OAV no Whatsapp

OAV Crime no Twitter

As últimas notícias

Categorias

×

Powered by WhatsApp Chat

× Receba nosso conteúdo no WP