Fetiche Extremo: Internet, Canibais e a Vorarefilia

O século 21 trouxe um tipo bizarro de parafilia: a vorarefilia. Três exemplos vieram da Alemanha. Os algozes são homens com mais de 40 anos e acima de qualquer...

O século 21 trouxe um tipo bizarro de parafilia: a vorarefilia. Três exemplos vieram da Alemanha. Os algozes são homens com mais de 40 anos e acima de qualquer suspeita: um técnico em computação, um perito criminal e um professor de química. Eles conheceram suas vítimas na Internet, em fóruns de conteúdo sexual macabro ou apps de paquera. As vítimas, em pelo menos dois casos, concordaram em serem “abatidas” e “devoradas”.

Em 2001, Armin Meiwes publicou um anúncio em um fórum sobre canibalismo procurando um homem para “abate e consumo”. Bernd Brandes respondeu, pois tinha a fantasia de ser eliminado “sem rastros”.

Brandes viajou até a casa de Meiwes e este filmou tudo. O vídeo mostrou como eles fizeram sexo antes de Meiwes castrar Brandes com uma faca. Inicialmente, Brandes queria que Meiwes arrancasse o seu pênis a mordidas, mas isso não funcionou. Após a castração, os dois tentaram comer a genitália. Meiwes fritou o órgão com vegetais, mas o prato não saiu como esperado e o pênis torrado foi comido por um cão.

A gravação mostrou ainda como Brandes foi morto e seu corpo dependurado em um gancho para carne. O cadáver foi desmembrado pedaço por pedaço nos dez meses seguintes, mantido em um freezer e a carne consumida por Meiwes.

Em 2013, um homem viajou até a Saxônia para ser morto por Detlev Guenzel. Os dois se conheceram em um fórum sobre tortura e canibalismo e fizeram um acordo: Guenzel tinha o desejo de “abater” um homem e a vítima o de ser “abatido”. Como Meiwes, Detlev gravou todo o processo de desmembramento do corpo.

Em 2020, após ossos humanos serem encontrados em uma área de Berlim, dois cães farejadores apontaram para o apartamento do pacato Stefan R., que na calada da noite gostava de frequentar fóruns obscuros. “A pele cresce sobre o pênis após ser removido?”, perguntou em um deles.

Após atrair um homem que conheceu online, Stefan o castrou. A vítima sangrou até morrer, então foi picada em pedaços, teve a carne removida e o pênis e testículos consumidos.

O desejo de devorar e ser devorado existe e, a julgar pela quantidade de fóruns a respeito, há um mar de gente fantasiando neste momento o que estes alemães colocaram em prática.

Referências: [1] Verteidiger attackiert die Medien. Der Spiegel. 26 jan. 2004; [2] Meiwes tritt “Grüner Knastgruppe” bei. Welt. 19 nov. 2007; [3] ‘Cannibal’ cop: Police officer arrested after allegedly killing and eating man he met on cannibalism website. The Mirror. 29 nov. 2013; [4] Girlfriend of German ‘cannibal’ victim says the pair had made wedding plans. The Mirror. 6 dez. 2013; [5] Kannibale fand sein Opfer im Internet. Bild. 20 nov. 2020; [6] Polizei findet weiteres Körperteil des Opfers. Bild. 24 nov. 2020; [7] Sexualmord in Berlin: Weitere Leichenteile gefunden. Morgenpost. 6 de jan. 2021; [8] Wofür die Gefriertruhe? – »Da passt einer rein«. Der Spiegel. 28 set. 2021; [9] Der Lehrer und »sein erstes Schlachtopfer«. Der Spiegel. 7 jan. 2022.

Siga OAV Crime no Instagram


Por:


Daniel Cruz
Texto

"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:

RELACIONADOS

Receba nosso conteúdo por e-mail!

Digite o seu endereço de e-mail:

OAV Crime no WhatsApp!

OAV no Whatsapp

OAV Crime no Twitter

As últimas notícias

Categorias

× Receba nosso conteúdo no WP