Assassinos e seus 15 minutos de fama

“Todos terão seus 15 minutos de fama”, afirmou Andy Warhol nos anos 1960. E isso vale para assassinos. Alguns deles, antes da fama “plena”, experimentaram uma exposição midiática momentânea....

“Todos terão seus 15 minutos de fama”, afirmou Andy Warhol nos anos 1960. E isso vale para assassinos. Alguns deles, antes da fama “plena”, experimentaram uma exposição midiática momentânea. E ninguém que os viu na TV fazia ideia do que estava por vir.

UM ASSASSINO NO DOCUMENTÁRIO


Em 2010, durante as gravações do documentário “The Big Fix” sobre o derramamento de óleo no Golfo do México pela empresa BP Oil, produtores colocaram uma câmera escondida e tentaram entrar na praia que servia de base de operações da BP Oil. Ao chegarem em um ponto específico da instalação, um simpático segurança os parou e, sem saber que estava sendo filmado, conversou animadamente com os produtores. Como uma matraca, o segurança falou pelos cotovelos. Qual o nome dele? Omar Mateen. Sim, o mesmo homem que seis anos depois chocou o mundo ao entrar armado até os dentes em uma boate gay da Flórida e matar 49 pessoas.

O SERIAL KILLER & O GUAXINIM


Em meados da década de 1990, uma reportagem da WISH-TV que muitos poderiam achar ridícula se tornou eterna e fascinante, não devido ao assunto abordado, mas por causa do entrevistado. A matéria era sobre um guaxinim morto na beira de uma estrada. Ele estava pintado de amarelo, isso porque o departamento de estradas de Indiana estava pintando as faixas da rodovia e passou a tinta por cima do animal, que acabou morrendo. Uma cena bem curiosa.

“O guaxinim merecia um destino melhor… eu tenho uma polaroide comigo, então eu tirei uma foto”, disse o “empático” entrevistado. O nome dele? Herbert Baumeister. Anos depois, Baumeister se matou com um tiro na cabeça após a polícia encontrar seu cemitério particular. Quando sua esposa e filhos viajavam de férias, ele levava homens para sua casa, fazia sexo com eles, os matava e os enterrava no jardim. A polaroide que ele usou para tirar fotografias do guaxinim morto, mostradas na TV, também era usada para fotografar as vítimas.

Mas nessa “área” ninguém é páreo para Rodney Alcala. Antes de sua máscara cair, o psicopata participou de um programa de namoro na TV chamado “O Jogo do Amor”. Havia uma moça e três rapazes e a donzela deveria escolher um deles para sair.

Adivinhem quem ela escolheu?

Seis anos antes de matar 49 pessoas em uma boate, Mateen apareceu em um documentário chamado The Big Fix.

.

Antes de ser desmascarado como um assassino em série, Baumeister apareceu em uma despretensiosa reportagem de TV sobre um guaxinim morto.

.

O psicopata e assassino em série Alcala apareceu em um famoso programa de TV em busca de uma namorada. Ao mesmo tempo ele matava mulheres.

.

Siga OAV Crime no Instagram


Apoie o OAV


Apoie o nosso trabalho. O OAV Crime precisa do seu apoio para continuar a crescer, disponibilizando textos e podcasts de qualidade, assim como o desenvolvimento de outros projetos. Acesse a página abaixo e saiba como apoiar.

Por:


Daniel Cruz
Texto

Assine o nosso projeto no Catarse

"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:

RELACIONADOS

Receba nosso conteúdo por e-mail!

Digite o seu endereço de e-mail:

OAV Crime no WhatsApp!

OAV no Whatsapp

OAV Crime no Twitter

As últimas notícias

Categorias

× Receba nosso conteúdo no WP