Jeffrey Dahmer: a influência midiática na mente perturbada do canibal

Não há dúvidas de que Jeff Dahmer foi influenciado por obras cinematográficas e coisas que ele via na televisão e lia em revistas. Já publicamos aqui na página sobre...

Não há dúvidas de que Jeff Dahmer foi influenciado por obras cinematográficas e coisas que ele via na televisão e lia em revistas. Já publicamos aqui na página sobre como ele foi impactado por seus filmes favoritos Star Wars Episódio VI: O Retorno de Jedi e O Exorcista III, que apresentavam personagens extremamente poderosos e malignos que fascinaram Jeff. Isso muita gente sabe. O que pode ser desconhecido são as suas outras influências. Por exemplo, vocês sabiam que ele imaginou realizar com suas vítimas uma experiência ao estilo Frankenstein? Ou que ele planejou empalhar seus amantes após assistir a um episódio do programa 60 Minutes?

Já suas experiências para criar zumbis certamente têm raízes nos inúmeros filmes de terror que ele assistiu, em especial aos filmes de zumbis, tão populares nos anos 1980. Existe a possibilidade também de que os seus peixes de estimação tivessem alguma relação com filmes (e zumbis!).

Filmes de terror sugestionaram tanto Jeff que, influenciado por Hellraiser 2, ele esfolou algumas vítimas e tentou recriar uma cena do filme em que uma pessoa é pendurada e esfolada — ele até tirou uma polaroide desta vítima.

Dahmer também era viciado em filmes pornográficos. Fitas VHS do gênero encontradas em seu apartamento incluíam os títulos Cocktales, Chippendale’s Tall Dark and Handsome, Rock Hard, Hard Men II, Hard Men III, Peep Show e Tropical Heat Wave. Outro filme, este famoso, a sombria ficção futurística Blade Runner, também fazia parte da sua coleção.

Filmes, de qualquer gênero, podem sim influenciar o comportamento criminoso, mas apenas daquelas pessoas com uma constituição psíquica fragilizada, como Jeff. Em relação à pornografia, assassinos em série norte-americanos, em geral, são demasiadamente consumidores e o fácil acesso a esse tipo de conteúdo é, muitas vezes, ligado ao precoce início de suas atividades libidinosas e raivosas.

Em JEFF, na trilha da loucura, Daniel Cruz detalha as histórias dessa miscelânea de influências e a forma como a mente perturbada de Jeff as absorveu e interpretou.

JEFF, na trilha da loucura


  • Clique aqui e faça o download do descritivo do livro;
  • Para mais detalhes de Jeff, na trilha da loucura, siga o OAV Crime nas redes sociais: @OAVCrime;
  • Adquira o livro agora no site OAV Crime Publicações;
  • Ou compre na Amazon;
  • Para compras via PIX, oferecemos um desconto de 2.5%. Se optar por esta forma de pagamento, envie o seu PIX no valor de R$ 95,00 para a chave pix@oavcrime.com.br. Não esqueça de enviar o comprovante da transferência para o e-mail oavcrime@gmail.com;
  • Compre o livro, compartilhe com seus amigos e ajude a literatura true crime nacional e independente;
  • Leia todos os textos que o autor Daniel Cruz escreveu sobre Jeffrey Dahmer para o OAV Crime. Clique aqui;
  • Obrigado!

"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:

RELACIONADOS

Receba nosso conteúdo por e-mail!

Digite o seu endereço de e-mail:

OAV Crime no WhatsApp!

OAV no Whatsapp

OAV Crime no Twitter

As últimas notícias

Categorias

×