Edward Gingerich: a cara da loucura

Os amish são um grupo cristão que rejeitam o mundo moderno e preservam o estilo de vida simples de seus antepassados. Eles vivem como se estivessem no século 17,...

Os amish são um grupo cristão que rejeitam o mundo moderno e preservam o estilo de vida simples de seus antepassados. Eles vivem como se estivessem no século 17, se locomovendo em carruagens e vestindo a moda de 300 anos atrás. Não existe divórcio entre os amish e até 1993 jamais existira um assassinato amish. Até 1993.

Essa triste história envolve o jovem casal amish Edward Gingerich e Katie Shelter. Eles tinham 20 e 21 anos, respectivamente, quando começaram a namorar e por pressão dos velhos amish se casaram meses depois. Em 1987 eles tiveram o primeiro filho, época em que Edward começou a agir de forma estranha. Sofrendo tonturas e dormindo o dia inteiro, Katie marcou uma consulta para o marido com o médico amish Merritt Terrell, que prescreveu a Edward estalar o dedão e massagear o pé, além de um pote de melado bem grosso para purificar o sangue. O rapaz não melhorou. Outras consultas se seguiram e cada vez mais ele tomava mais melado.

Em 1989 nasceu o segundo filho do casal e no ano seguinte veio o terceiro. Com seu paciente piorando cada vez mais, o médico amish passou a receitar massagem nos ombros e no pé direito, além de mais melado. Quando Edward começou a ver coelhos gigantes e a uivar e andar de quatro pela sala de estar, os amish concordaram em levá-lo para se tratar com os homens do mundo exterior, o que não adiantou em nada. Ele entrou e saiu de hospitais psiquiátricos, sempre recebendo alta e voltando para sua família. Em março de 1993, um curandeiro amish abriu o jogo para Katie: “Seu marido tem um problema mental. Leve-o para um hospital. Temo um suicídio”.

Após mais melado e massagens, um belo dia, Edward socou o rosto da esposa e gritou: “Eu sou o diabo!”. Ele socou e pisou tantas vezes na cabeça de Katie que houve vazamento de massa encefálica. Em seguida, ele tirou a roupa dela, pegou uma faca e abriu sua barriga, por onde extraiu o coração, os pulmões, o baço, o fígado, os rins, os ovários e o intestino, fazendo uma pilha perfeita com os órgãos ao lado do cadáver.

Seus filhos pequenos, horrorizados, assistiram a tudo.

“Vou levá-los para a casa do vovô, depois eu volto para queimar essa casa!”, limitou-se a dizer.

Podcasts OAV


Escute os podcasts do Aprendiz Verde em nosso site de podcasts ou no agregador de sua preferência.

Apoie o OAV


Apoie o nosso trabalho. O OAV Crime precisa do seu apoio para continuar a crescer, disponibilizando textos e podcasts de qualidade, assim como o desenvolvimento de outros projetos. Acesse a página abaixo e saiba como apoiar.

Por:


Daniel Cruz
Texto

Assine o nosso projeto no Catarse

"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
Apoie

RELACIONADOS

Receba nosso conteúdo por e-mail!

Digite o seu endereço de e-mail:

OAV TV

OAV TV

Queremos você!

Queremos Você!

OAV Crime no WhatsApp!

OAV no Whatsapp

OAV Crime no Telegram!

OAV no Whatsapp

OAV Crime no Twitter

As últimas notícias

Categorias

×

Powered by WhatsApp Chat

× Receba nosso conteúdo no WP